23 de setembro de 2015

A Automutilação (2° Parte)


Oi gente,Vocês lembram da Automutilação a primeira parte? para quem não alembra ou esqueceu aqui o link :A Automutilação 1° parte da primeira parte para acompanhar essa segunda parte Ok? 

Continuação:

Naquele mesmo dia, ha tarde meu padrasto me machuca novamente com suas palavras, depois de segurar o choro até ele acabar de falar, sai como sempre sem dizer nenhuma palavra. Fui para o banheiro quase que correndo, tranquei a porta e me sentei no vaso com a tampa abaixada. Chorei, Chorei até não aguentar e já estava com dor de cabeça. Tirei minha mão do rosto e fiquei as olhando na minha frente, estava a remoer tudo o que diria a ele se conseguisse. Ainda estava doendo em mim e as palavras dele ficava se repetindo na minha cabeça, inútil, você não presta pra nada! Olhei para frente, onde ficava o balcão com pia no banheiro e vi uma faquinha de cerra.


Nem pensei, apenas agi. Já sabia que doía se cortar por causa da letra que avia escrito na minha coxa. Me cortei. Um, dois, três, seis... Não me recordo ao certo, mais me lembro que foram muitos cortes. Depois de me cortar, tomei consciência do que tinha feito, fiquei desesperada. Não sabia como iria esconder meus pulsos dos meus pais... Nossa foi muito alivio para mim estar em época de frio. Pensei comigo que as blusas de frio iriam me ajuda as esconder os cortes...Logo o tempo foi mudando e não ficou tão frio,mas ninguém havia desconfiado de nada ainda..

Resultado de imagem para automutilação tumblr gifs



A partir da ai eu comecei a me cortar todos os dias, teve um dia, logo no início, não avia acontecido nada que me deixasse realmente para baixo, mas mesmo assim quis me cortar só para sentir a aquela sensação boa, aquele calorzinho enquanto cortava minha pele, aquela sensação de alivio e de você se sentir bem, a sensação de alguém te faz aquela massagem ou sei lá um orgasmo (já ouvi o suficiente sobre orgasmos por isso estou citando, ainda sou virgem só tenho quase 16 anos!); Chegava a abrir um sorriso, espontâneo e fechar os olhos, jogando a cabeça para trás. Não doía apenas tirava a dor, a raiva, o ódio que eu estava a sentir. Eu ficava feliz, meia fraca, me sentindo bem...

Já havia se tornado um vício, todos os dias eu pensava só nisso durante o dia todo. Estava tendo sede daquilo, cada vez querendo mais... Quanto mais eu me cortava, mais eu me sentia bem, e sentia vontade de me cortar mais vezes, mais fundo. Ver o sangue escorrer já até tinha me acostumado com a sensação de passar a mão no pulso (eu só me cortava no pulso). Até que chegou um dia que minha melhor amiga descobriu que eu estava fazendo isso. Ela me fez prometer que eu ia parar. 


Continua na 3° parte..
Comentem,o que estão achando?

2 comentários:

  1. Cade a terceira parte? estou amando esse tipo de post :)


    meuespelhoo1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já já fica pronto a terceira ;)
      Estou muito feliz de saber que está lendo,e acompanhando o blog !! :D

      Excluir

Veja Também...