8 de abril de 2016

Ela não era Feliz

Tudo parecia estar bem, mas como sempre isso só durou por um breve tempo que Lina não gostava nem de pensar. Ela se sentia presa, nua, humilhada e suja, mas ninguém notará. 
 Nunca notam. Se sente só, em nuvens frias e vazias. Ela não sabia por que ainda estava ali. Não queria saber também... Só queria que tudo acabasse ou melhorasse. Já era mania segurar o ar quando estava nervosa e acabará de fazer o mesmo depois de mais uma bronca.
Simplesmente não conseguia seguir algumas regras, e tinha mania de cometer o mesmo erro mais de uma vez. Ela não era perfeita. Não era bonita. Não era tão encantadora.
Era tímida e só gostava da companhia dos livros. Queria saber como lidar Com o mundo e as pessoas à sua volta, mas era quase impossível.
Quando à proibiram de ler seus preciosos, favoritos e perfeitos livros, parecia que seu mundinho estava desmoronando. Ela sentiu um vazio maior ainda crescer dentro dela. O peito doía e ela não conseguia segurar as lágrimas. Foram noites em claro e ao mesmo tempo escuras, quando conseguia dormir tinha pesadelos e ou era hora de levantar.
Ela não era feliz. Ela nunca foi feliz. Nem seus livros conseguiram deixá-la realmente feliz. Ela queria poder viver o que estava nos livros. Queria fugir da sua realidade. Queria se sentir viva, sem precisar das fantasias.
Ela era só mais uma, ou era assim que ela pensava. Queriam usar dela, não podia fazer suas escolhas, nem olhar o quão bonito é o céu. Era como se estivesse vivendo em um livro, onde toda a história já havia sido narrada.Era um grande buraco vazio, gelado e solitário. A rotina não fazia o menor sentido para Lina.

2 comentários:

  1. Nossa, que forte... não sei de onde você tira inspiração mas caso isso esteja saindo de um momento pessoal, força! Espero que tudo melhore por aí...

    irianneveloso.blogspot.com

    ResponderExcluir

Veja Também...